negócio-familia

Atualmente, muitos negócios no Brasil são familiares, mas muitos não sabem como administrar o pessoal com o empresarial de modo que o negócio siga em frente e dê resultados. O que você pode fazer para não cometer erros e acabar fechando? Como você pode fazer funcionar sua franquia?

Hoje daremos dicas sobre o empreendedorismo familiar. Claro que não é uma receita, você precisa ver o que está fazendo de errado e consertar ou, se no caso quer abrir uma, como deve proceder.

Problemas você sempre terá, não importa se o seu sócio é o seu pai, a sua mãe, o seu irmão ou mesmo um amigo. O que você precisa é colocar limites e deixar tudo bem claro, paciência e conversa são as melhores ações.

Como empreender ao lado da família

Para início de conversa, trabalho é trabalho, casa é casa. Não traga nenhum problema de casa para o trabalho e vice versa. Sabemos que é complicado trabalhar com parentes, mas a intimidade pode ser tanto para o bem quanto para o mal, por isso estabeleça limites, cada um em sua função. Trate de assuntos no trabalho relacionados apenas ao trabalho e nunca discuta no trabalho por algum problema de casa, senão, infelizmente, não dará certo.

Se seu negócio possui funcionários, estabeleça hierarquia, o seu parente não pode interferir no trabalho simplesmente porque ele é da família. É necessário ser firme e ter tranquilidade para colocar em prática o que foi pré-estabelecido. Deixando tudo nos mínimos detalhes fica mais fácil para gerir e obter sucesso.

A empresa é do seu pai e nem por isso você pode ficar à vontade, é necessário se reciclar. Como falamos em vários artigos, o empreendedor nunca para de estudar. Para se gerir uma empresa é preciso aprender, estar sempre conectado com o ramo que você escolheu, estar conectado com os funcionários, pois as vezes são eles que trazem os problemas para serem resolvidos. Por isso é bom você ser líder e ter discernimento.

Como não cometer erros

O lado bom de se trabalhar com a família é a confiança. Trabalhar com os irmãos, a esposa (o marido) ou mesmo os filhos, transmite segurança. A produtividade é intensa. Na hora de tomar as decisões, o comprometimento familiar é maior, pois o futuro da empresa é de objetivo comum.

No empreendedorismo em família é bom fazer um planejamento para a sucessão familiar. Se o seu filho trabalha com você, é provável que ele possa levá-lo adiante após a sua saída. Assim você garante não apenas a continuidade da empresa como você a conhece, mas também o futuro financeiro dos familiares. Porém o seu sucessor não é versado em gestão? A melhor opção é contratar de fora. Lembre-se que a empresa é um bem que precisa ser mantido em ordem, se a pessoa que deveria gerir não tem capacidade, é preferível contratar e manter o ramo aberto.

Paciência e tranquilidade são as armas que você terá para trabalhar em um ambiente familiar. Escute bastante, além de você, pode haver outro empreendedor e com isso auxiliar no crescimento da sua empresa.

Saiba mais sobre a WSI

Nome Completo

E-mail

O que descreve melhor você?

Telefone

Cidade

Estado

Hootsuite-Solution    SEMPO-Member   Google-partner   Yahoo-bling    Hubspot    Constant-contact   Microsoft-partner